quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Avaliação bancária de casas volta a aumentar e atinge novos máximos



Jace Grandinetti/Unsplash
O preço do metro quadrado (m2) das casas não para de aumentar. A avaliação bancária de imóveis, para efeitos de concessão de crédito à habitação, atingiu em outubro o valor mais alto dos últimos 12 meses, fixando-se em 1.141 euros por m2, seis euros acima do valor de setembro. Os dados foram revelados esta terça-feira (28 de novembro) pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).
O valor médio de avaliação bancária para o total do país, de 1.141 euros por m2 em outubro, representou um aumento de 0,5% em relação a setembro e 5,6% face a outubro do ano passado.
"No mês em análise, verificou-se uma subida mensal de 1% no valor médio das avaliações bancárias das moradias. Já os apartamentos registaram uma variação nulaface ao verificado em setembro. A nível regional, as maiores subidas mensais registaram-se na Região Autónoma da Madeira (1,7%) e no Algarve (1,5%). A única descida verificou-se na Região Autónoma dos Açores (-0,5%)”, lê-se no boletim divulgado pelo INE.
Face a setembro, as moradias de tipologia T3 aumentaram oito euros em outubro, para 1.042 euros por m2, enquanto a tipologia T4 aumentou 17 euros, para 1.072 euros por m2. Nos apartamentos, o valor médio das avaliações bancárias registou uma variação nula em outubro, face a setembro, situando-se no mesmo valor do mês anterior (1.192 por m2), tendo a Região Autónoma da Madeira apresentado o maior aumento (1,8%) e a dos Açores a descida mais acentuada (3,4%). 
Fonte: Idealista News

Sem comentários:

Publicar um comentário